Quando usar Vacuum Forming e quais os principais segmentos aplicados?

Quando usar Vacuum Forming e quais os principais segmentos aplicados?

Conhece o Vacuum Forming? Então, conheça essa técnica que pode garantir muito mais agilidade e economia na sua linha de produção de plásticos!

Uma das técnicas mais utilizadas na indústria do plástico é a termoformagem a vácuo, também conhecida como Vacuum Forming. Além de apresentar um custo-benefício muito interessante, essa técnica é bastante versátil, podendo ser aplicada em peças de diversas dimensões.

Dessa forma, neste artigo, vamos mostrar quais são os segmentos que mais se beneficiam do Vacuum Forming e porque você precisa implementar essa tecnologia na sua linha de produção.

O que é Vacuum Forming?

O Vacuum Forming, também chamado de termoformagem a vácuo, é um processo de transformação de polímeros que usa o vácuo e o calor para modificar o formato de polímeros, conforme o molde desejado.

Com essa técnica, é possível produzir uma grande variedade de peças, como embalagens, invólucros, máscaras, manequins e brinquedos. Além disso, não é necessário contar com uma instalação industrial para a confecção das peças.

Quando é o momento certo para usar o Vacuum Forming em seus processos?

O Vacuum Forming gera muitas vantagens à linha de produção. Por isso, com base nesses ganhos e nos objetivos que o negócio deseja alcançar, é possível determinar o momento certo para migrar para esse tipo de tecnologia. Entenda melhor essas vantagens!

Alcançar maior custo-benefício

Uma das principais vantagens dessa técnica é o custo-benefício. No geral, é direcionado para peças que não demandam um grau de qualidade tão alto, como embalagens e invólucros. Com isso, é possível apresentar aos clientes bem confeccionadas resistentes, que atendem às necessidades, mas sem necessitar fazer um alto investimento.

Ter maior flexibilidade em diferentes dimensões de peças

O Vacuum Forming é utilizado na produção de peças muito variadas. Desde peças pequenas, como talheres e chaveiros, até as de maior dimensão, como uma banheira, é possível confeccionar por meio do Vacuum Forming. Afinal, a única mudança necessária será a forma utilizada e o tamanho do polímero.

Agregar um acabamento mais liso às peças

O vácuo aliado a um molde bem feito contribui para alcançar uma peça com superfície bem lisa e brilhante. Sendo assim, não haverá bolhas de ar ou poros. Assim, é muito útil para produtos que precisam ser fáceis de limpar (como formas para chocolate) ou que não podem conter furos, como banheiras ou embalagens.

Tornar a produção mais rápida

O aquecimento da folha de polímero não ultrapassa os 10 minutos, e o processo de vácuo dura apenas alguns segundos. Assim, desde a preparação ao recorte das peças, o tempo de produção é bastante rápido. Com isso, a fábrica consegue acelerar sua linha de produção.

Contar com um sistema mais sustentável ao meio ambiente

O processo de Vacuum Forming utiliza apenas o vácuo (que é a ausência do ar) com o calor. Assim, ao longo da produção, não há liberação de gases tóxicos na atmosfera. Mesmo as sobras dos recortes das peças moldadas podem ser reaproveitadas para a confecção de novas folhas. Então, tudo é aproveitado e o processo se torna sustentável.

Eliminar processo de pintura

Outra forma de acelerar o processo de produção é por eliminar uma das etapas: a pintura. Se não houver a necessidade de uma pintura mais específica, a folha de polímero é fornecida em diversas cores, ou até mesmo pode ser transparente.

Quais são os principais segmentos em que o Vacuum Forming é utilizado?

Diversos segmentos utilizam o Vacuum Forming na confecção de peças, entre elas, a indústria de brinquedos, de embalagens, de descartáveis e muitos outros.

Quer saber mais sobre soluções em plásticos? A Luma Plásticos é uma empresa especializada em diversos segmentos da indústria. Então, conheça nossa solução especializada em Vacuum Forming!